Publicado em 09 de Agosto de 2016

Serviços do Detran-PE só começam a partir das 11h nesta segunda-feira

Trabalhadores realizam assembleia para discutir o plano de saúde. Categoria quer mudança de texto de licitação elaborado pelo governo.

Do G1 PE

Os servidores do Departamento Estadual de Trânsito (Detran-PE) realizam uma assembleia na manhã desta segunda-feira (8). Por causa da reunião, os serviços  só serão prestados a partir das 11h. No início da manhã, muita gente ficou do lado de foram da sede do órgão, na Zona Oeste doRecife, esperando o início do expediente. 

O presidente do Sindicato dos Servidores do Detran-PE, Alexandre Bulhões, informou que a categoria está aguardando o governo alterar o texto-base do contrato do futuro plano de saúde. Caso isso não seja concretizado, os trabalhadores podem paralisar as atividades a partir de quinta-feira (11).

Na quarta-feira (3), os servidores já tinham paralisado as atividades. Não houve expediente na sede do órgão,  nos shoppings centers e nem nas circunscrições do interior. O trabalho voltou ao normal na quinta-feira (4).

De acordo com Alexandre Bulhões, desde 2014 os trabalhadores contam com atendimento médico feito por meio de um contrato provisório. E, no momento de assinar o acordo definitivo, o órgão teria sinalizado com alterações prejudiciais à categoria.

Este ano, o governo, segundo Bulhões, se comprometeu com os trabalhadores a dar início ao processo de licitação para contratar o plano de saúde definitivo. O sindicalista diz que o Detran-PE  decidiu mudar alguns termos do futuro contrato.

“Tomamos conhecimento que o novo plano de saúde oferecerá menos serviços do que os previstos no contrato provisório”, afirmou.

Bulhões afirmou que a categoria ficou revoltada com possível alteração. “Corremos o risco de  ter uma redução de oferta de 100 médicos, três hospitais no Grande Recife, cinco unidades no interior e duas emergências 24 horas na capital”, declarou.

Explicação
O Detran-PE informou que o processo de licitação está sendo feito pela Secretaria Estadual de Administração. Em nota, a Secretaria  disse que o aviso de solicitação de cotações para licitação que visa contratar empresa está baseado em Termo de Referência (TR) construído conjuntamente com o Detran-PE, em total conformidade com as exigências da Agência Nacional de Saúde Suplementar ( ANS).

O Termo visa ampliar a competitividade entre as empresas e afastar qualquer possibilidade de direcionamento ou privilégio na concorrência, sem deixar de assegurar o adequado atendimento aos servidores, por hospitais próprios ou credenciados, em todas as regiões de desenvolvimento do Estado.

A secretaria garantiu também  que estão mantidas a mesma relação de contribuição (valor do Estado/desconto do servidor) e as regras de dependência para os atuais servidores do Detran-PE, como demonstração da valorização dos servidores, apesar de todas as adversidades atualmente enfrentadas.

Greve
Este ano, os trabalhadores do Detran-PE cruzaram os braços por mais de um mês. O movimento começou no dia 3 de março e foi considerado ilegal pela Justiça. Na época, os trabalhadores reivindicavam reajuste salarial e melhoria no tíquete-refeição.